news

para saber do nosso dia a dia siga:

Esquemas de Pintura Aeronáutica (Octans Art Flying)

19.01.21

Você já acompanhou o processo de desenvolvimento do Esquema de Pintura de uma aeronave?
Pintar uma aeronave não é tarefa facil, pois além das combinações de cores para atender o Brand book dos clientes. Consideração de preparação da área para durabilidade durante intempéries, o fator peso também se trona decisivo nesse processo.
Basicamente o designer percorre todo o processo de concepção. O projetista desenvolve as mascaras e o pintor executa e se responsabiliza pelo acabamento.
E quando o processo passa por uma definição artística, nada replicável, basicamente peça única? 
Esse processo, potencializa o grau de complicação e por sua vez.  O designer assume o papel de tradutor técnico dessa arte que concebida de forma bidimensional passa a vestir um objeto com duplas curvaturas. Na história, uma série de artistas, se aventuraram para reproduzir sua arte emaeronaves. Puxando a fila na decada de 1970, o Pop artista Alexander Calder, depois em 2014 os Gêmeos, em 2019 Clodoaldo  Quintana da Embraer,  e já em 2020 o Grafiteiro Pardal pintando a Arara azul, no Avião da Azul linha aérea.   Mas um projeto que eu trabalhei em 1999, para britsh Airways foi a inspiração para criar o Octans Art Flying.  A britsh convidava uma série de artistas dos diferentes continentes  a propor uma obra que iria compor a calda das aeronaves que voariam em outro continente surgia o Britsh Airways Ethnic Tails.
Octans Art Flying é uma coleção de esquemas de pintura com serie limitada, onde uma serie de artistas irao aplicarseus concepts no Cygnus a nova aeronaveda empresa.
E quem debutou nesse projeto foi o artista da cena do graffiti Vespa que desenvolveu um camuflado para a aeronave que cumpre os ensaios em voo. Confiram no video todo o processo de desenvolvimento e aplicação da criação do Vespa na aeronave Cygnus da Octans Aircraft. 
Espero que curtam, deixem seus comentários e em contribuições em nosso canal do YouTube.
Fiquem na Pax
Prof. MT

Criatividade e Repertório pelo Iron Maiden (Ócio Criativo...)

17.01.21

O que você faz com toda a informação que você vê, escuta ou lê? Pois é, isso tudo irá compor o seu Repertório de Vida. E como transformar todo esse conteúdo usando sua criatividade para produzir uma música, uma peça de design ou um ambiente ?  
Bom nosso papo por aqui nesse episódio da nossa websérie “Voando Baixo”, os Designers & Professores Marcelo Teixeira  & Carlos Zardo,  analisam as contribuições da carreira da banda Iron Maiden identificando suas inspirações e como eles transformaram uma simples leitura de um livro ou uma cena de um filme captados durante o Processo de Ócio Criativo, em um repertório musical consagrado.
Deem um look no video completo para saber a origem de vários dos clássicos da consagrada banda, além de conhecer o multi-perfil  do seu líder Bruce Dickson ! Divirtam-se e deixem seus comentários e experiências no nosso canal do YouTube.
Gde abrax e fiquem na Pax!
Profs. MT & Zardo. 

Ozires Silva , 90 anos inspirando o Design de Produtos.

08.01. 21

Vocês sabiam que nosso grande mestre engenheiro Ozires Silva um dos maiores ícones da aviação Brasileira está completando 90 anos hoje, dia08/01/2021?
E tomo a liberdade em dizer que, quem realmente ganhou um super presente de recebe-lo em meu Studio e trabalhar lado a lado com ele em um desenvolvimento, fui eu! Esse tema pra mim é muito significativo pois reune minhas grandes paixões profissionais.  A Aviação com o Design! E vice versa
Já partilhei com vocês a minha relação com a aviação, que  vem desde a época da barriga da minha mãe. Meus pais saíram de Minas Gerais, foram para São José dos Campos no final de 1960 e logo meu pai ingressou na Embraer, em 1971 se tornando um dos pioneiros.  Ele nos contava com muito orgulho que almoçava no CTA, pois a empresa ainda estava em construção e não tinha os refeitórios. 
O Sr. Teixeira ou para os mais íntimos “Lobão” foi contratado  com a “chapa 01.116 L” como mecânico  ajustador A e por lá permaneceu até 1995 quando se aposentou como Projetista de Ferramental Aeronáutico. O cara era fera pois fazer projeto ja é punk, imagina pensar o produto invertido a partir das moldes, ângulos de saída de peça. Cresci em meio a esse burburinho aéreo e nunca imaginava que, em 1999 eu entro na Empresa para fazer estágio no Time de Design de Interiores, com uma mega responsabilidade de “continuar o legado de meu pai na seleta arte de fazer as “coisas que voam!
E por la permaneci por 10 anos, e onde definitivamente me tornei um “Industrial Designer”  participando do desenvolvimento de uma série de produtos, voando literalmente o mundo inteiro para entender os clientes e aprender as melhores praticas desse segmento.
Um belo dia, já nem estava mais na empresa e por intermédio do meu pai, recebo uma ligação de um grande amigo dele o Engenheiro Tadeu Yoshida me convidando a participar da formação de uma associação com o propósito de apoiar projetos nos segmentos da educação, empreendedorismo e cultura e que tinham como o presidente de honra o Eng. Ozires Silva. E qual não foi minha surpresa que dentre uma série de convidados, estava o mais ilustre de todos. Recebi em meu Studio aquele que literalmente foi “promotor da tradição aeronautica na minha familia, o que pela seu sonho de idealizar uma empresa, contratou meu pai, patrocinou meu Nascimento. Me contratou anos depois e um pouco mais a frente, patrocinou a chegada de minhas filhas no mundo ! Então naquela sala literalmente tínhamos 04 gerações, frutos da sonho de uma industria aeronáutica  brasileira.
Dessa forma convido a vocês a assistir o video onde compartilho o processo de criação e desenvolvimento de uma peça de Design, série limitada que produzimos para o Mestre Ozires Silva, na criação do Invoz. Passamos por todas as fases de desenvolvimento de produtos, que inicia pela fase de Pesquisa, Análise de dados, Geração de Idéias, modelagem 3D, Prototipação rápida, Fabricação do Mockup, Usinagem e acabamento da peça em Aluminio aeronáutico, culminando na entrega em mãos ao Cliente.
Espero que curtam! Deixe seus comentários, experiências e contribuições em nosso canal do Youtube!
Gde abrax  efiquem na Pax!

Prof. MT

O que é Empreendedorismo? (jovens empreendedoras)

05.01.21

Já bateu aquela vontade de sair do emprego e virar dono do seu próprio negócio? Muita gente gostaria de virar patrão, mas será que tem o perfil para isso? 
Nunca se falou tanto de empreendedorismo como nos ultimostempos. Teve até uma época que o fantástico no final de domingo tinha uma série que tentava auxiliar os”empreendedores dominicais” . Um turma que insatisfeita com o estado de vida atual, se revoltava com a volta a labutana segunda feira pela manha e com issoviravam uma máquina de ideias inovadoraspra viabilizar o seu proprio negócio, mas que infelizmente por falta de foco, ouplanejamento, abandonavam esse estimuloao longo da semana, se conformando com o modus operandi ao qual estava habituado. Quando  preparava esse material,  comecei a lembrar da influencia do meu pai, ao semear essa “atitude empreendedora” em mim. Pois mesmo não sendo um profundo conhecedor da teoria do empreendedorismo, sempre deu um superapoio as minhas idéias malucas, tal fato me levou a montar meu primeiro negócio sério e profissional aos 15 anos de idade. Foi massa!
Realmente esse tema gera uma certa inquietação, pois definitivamente estamos vivendo uma nova era onde o “emprego segue cada vez mais em queda” mas com uma acensão exponencial do “trabalho ou serviço”. Uma série de personalidades estudaram e criaram definições a cerca de como empreender, quer conferir quem são?
Então, assistam o video completo onde apresento alguns conceitos consagrados do que e como empreeender, além de abordar as características de um Perfil Empreendedor. Ao término, compartilho com exclusividade um exercício prático que aplicamos Eem nossas filhas Heloá e Mel Teixeira e que surtiu um efeito muito positivo para elas quando tinham apenas 8 e 10 anos de idade. O Projeto empreendendo desde cedo & Jovens Emprendedoras.  Espero que curtam! Deixe seus comentários, experiências e contribuições para que possamos ajudar mais pessoas a entrar nesse grande “action’ do futuro! 
Fiquem na Pax!
Prof. MT

Storytelling na trajetória do KISS (Personagens que influenciam o Design)

26.12.20

Sabe o que é Storytelling? É a habilidade de contar histórias! Pois é, por incrível que pareça o Kiss usou e abusou desse conceito para crescer em sua tragetória.
No episódio da websérie “Voando Baixo”, os Designers & Professores Marcelo Teixeira  & Carlos Zardo,  analisam as inúmeras contribuições que a consagrada banda Kiss, deixa ao design, arquitetura, cenografia, moda e estratégia.
O fato é que o  Kiss nunca pensou pequeno, produziu mega eventos, licenciou produtos e que de forma impecável, tem em seu DNA um viés estratégico focado no business !

Por anos criaram um suspense por tras de fantasias exuberantes e máscaras que definiram o lifestyle da banda e arrastaram  um mega público que até hoje lotam seu eventos, o mais recente aconteceu durante o réveillon em plena pandemia em um badalado resort em Dubai nos Emirados Árabes. Não deixando pra menos o referido evento entra para o Guiness Book com  2 recordes mundiais, pela chama mais alta e pela maior quantidade de chamas em um único show de música.
Quer saber mais? Então assista o video na integra que trás uma serie de surpresas pois ‘I wanna Rock And Roll All Nite and Party every Day!  Esperamos que curtam! Deixe seus comentários e experiências no canal do Youtube.
Gde abrax e Fiquem na pax!

Profs. MT & Zardo

 

O Mega-Design do Megadeth! (Design Gráfico & Branding)

10.12.20

O que o Megadeth tem a ver com Design e Arquitetura?
No episódio da websérie “Voando Baixo”, os Designers & Professores Marcelo Teixeira  & Carlos Zardo, analisam  o consagrado álbum “Rust in Peace”, (que esse ano completa 30 anos). 
Rust in Peace é o quarto álbum de estúdio da banda norte- americana de Thrash metal, Megadeth. É considerado pelos fãs e pela crtíica como o melhor álbum da banda. Sendo citado em listas como um dos melhores álbuns de metal de todos os tempos em revistas e portais de renome. Músicas com várias seções, mudanças de tempo e intrincadas performances. Vários temas: religião, política e guerra, o vício de drogas e álcool, teorias da conspiração OVNI e até mesmo o personagem da Marvel Comics, Punisher. A capa do álbum foi criada pelo artista Ed Repka,  que já havia feito a capa de Peace Sells … but Who’s Buying? em 1986. 
A CAPA do RIP Faz referência ao “Hangar 18” e retrata o mascote da banda, Vic Rattlehead, e os líderes mundiais da época vendo um corpo alienígena. Os líderes mundiais representados, da esquerda para a direita, são o primeiro- ministro britânico John Major (embora a identidade seja contestada), o primeiro-ministro japonês Toshiki Kaifu, o presidente da Alemanha Ocidental (e mais tarde presidente de uma Alemanha reunificada) Richard von Weizsäcker, o presidente da União Soviética Mikhail Gorbachev e o presidente dos EUA, George HW Bush. 
Graficamente utilizam  alguns recursos que são velhos conhecidos do mundo do design e das artes, como por exemplo a Triangulação e Perspectiva. 
Quer saber mais? Então assista o video completo que apresenta várias dicas dos instrumentos da banda além de comentar rapidamente o livro do Dave Mustaine que vem com um projeto gráfico de arrasar…
Esperamos que curtam! Deixe seus comentários e experiências no canal do Youtube.
Gde abrax e Fiquem na pax!
Profs. MT & Zardo

 

O que é Design de Interiores ? (com introdução a área de Color & Trim)

28.11.20

Você sabe o que é Arquitetura ou Design de Interiores?
Esse é um tema que tenho um carinho especial, pois praticamente estive imerso nele durante toda a minha carreira, iniciando na área de desenvolvimento de projetos de interior corporativos, me especializando na área de interiores de transporte, configurando interior de aeronaves e embarcações. E culminaministrando uma serie de de cursos e treinamentos na graduação e pósgraduação em renomadas universidades do pais. 
Se observarmos que … “Viemos do Interior do útero Materno e iremos para o interior de um Caixão no Interior da Terra. “  A preocupação com a questão da proteção e do abrigo,  que o interior nos proporciona, é inerente ao ser humano!
Dessa forma há uma necessidade de preparar e formar um profissional que cuide especificamente dessa questão que literalmente  envolve a todos poispassamos cerca de 90% do tempo dentro de nossas casas, escritórios veiculos etc.
Hoje essa área do conhecimento está um pouco mais popular porem nem sempre isso aconteceu.
Eu mesmo iniciei minha vida profissional me envolvendo com o projeto de interiores corporativos, a mais de 25 atras e era muito confuso explicar o que fazíamos. Grande parte das pessoas possuía uma visão pejorativa e superficial que tal ofício se restringia a decoração. Talvez por culpa nossa mesmo de desempenharmos um papel triste ser um  mero especificador de produtos, do tipo olho no cardápio e colocono projeto. Ou seja uma abordagem muito rasa de organização do espaço somente pelabeleza, restrita a inserção de ornamentos.
Até então essa area de atuação era restrita aos arquitetos  foi quando no final da década de 1990 que o MEC oficializou o termo “ Design de Interiores”  e autorizou o lançamento de cursos técnicos na área.
Mas a final o que é esse tal de design de interiores?
É o planejamento da configuração de um espaço interno que a partir da adoção de parametros relacionados ao conforto, beleza e segurança, visam atenderplenamente as necessidades de seus usuários.
Quer saber mais? Então assista o video completo que revisitará alguns cases e apresentará as possíveis áreas de atuação do designer de Interiores, além de apresentar uma belíssima área do conhecimento chamada “Color & Trim” que atua diretamente com materiais de acabamento. 
Curtam o vídeo, comentem e compartilhem essas idéias aos amigos. 
Gde abrax e Fiquem na pax!
Prof. MT

Quais são as relações entre Arquitetura, Design & Música?

19.11.20

Arquitetura, Design e Música tem alguma relação
Descobrimos que tem muitas relações que por sua vez transcendem uma simples análise de capa de disco, estudos de tipografia e cores.

Conseguimos contar uma super história do design e da arquitetura elencando uma série de acontecimentos do mundo na música.
Quer conferir? Então embarque  no vídeo, que eu preparei para vocês!
Trata-se de uma super análise ao longo do tempo que inicia nos anos 1930 com o design das primeiras capas de disco, passa pelas relações das guitarras com a indústria automobilística na década de 1950.  Elenca alguns super artistas que desempenharam papéis importantes no lançamento e desenvolvimento estratégico das bandas, e culmina na seleção de prédios  construídos para acolher as diversas funções do universo da música. 

Esse tema é tão sugestivo que além desse material bacana, esse bate papo rendeu um painel em um dos mais importantes congressos de música do país,  além de se tornar a fonte de inspiração a uma super série chamada “Voando Baixo” que em conjunto com meu brother Designer e Professor Carlos Zardo, abordaremos assuntos relacionados com Design & Arquitetura através da Música.
Espero que curtam! Após assistir,  deixe seus comentários e experiências em nosso canal do Youtube Blz? 
Fiquem na pax!
Prof. MT

o que é Design Biofílico?

09.11.20

Você sabe o que é BIOFILÍA e quais as contribuições que o Design Biofílico pode trazer ao seu projeto?
Definitivamente, fomos atingidos por um Tsunami de tecnologia que acelerou a nossa rotina e trouxe um excesso de informações e uma certa virtualidade nas relações.   Será que por vivermos em cidades perdemos as reais conexões com a Natureza?  É possível re-equiliíbrar isso tudo?
Indiscutivelmente, que estamos rodeados de termos e por sua vez comportamentos e atitudes que não eram tao comuns nem tao pouco populares “dias atras”. Ansiedade, estress, compulsão entre outros, são tópicos resultantes de uma cobrança excessiva de produtividade e pressão para melhoria continua de desempenho para o cumprimento de metas, que resulta em um desequilibrio psíquico e leva o homem a sair de sua centralidade e até perder sua essência.  

O fato é que esse indivíduo em meio ao turbilhao gerado pela ganancia do progresso a todo custo, infelizmente rompeu com suas origens e posicionou-se acima dos elementos naturais, esquecendo de sua necessidade biológica de conexão.
Podemos dizer que o homem quando pressionado, sente um necessidade de recomposição que por sua vez isso só acontece de forma imersiva e intense na natureza, levando-o assim a um estado de prazer e bem estar.  Dessa forma nasce uma ciencia que promove essa re-conexão do homem com a natureza.
Ja viu falar em BioFilia?
Esse temo que vem do grego sendo bio, “vida”, e philia, amor  então  amor à vida”. — teve sua origem em 1964 com o psicólogo e filósofo, Erich Fromm e amplamente difundida no livro do biologo Edward Osborne Wilson em 1984. Wilson em seus estudos, acreditava que o seres humanos possuiam uma atração emocional hereditária pela natureza. Por isso essa constante volta ao habitat natural para esse, recarregamento de baterias, interação, re-equilibrio e recomposição.  A fundamentação desse conceito se dá que a maior parte de nossa evolução como espécie se deu em ambientes naturais e que atualmente com essa intensa migração do homem para os ambientes urbanos, muitas vezes artificialmente construídos, o mesmo perde essa conexão e assim infelizmente entra em desequilíbrio consigo e com os outros. 
Definitivamente o arquiteto e o Designer enquanto profissionais que configuram ambientes, necessitam projetar esses espaços de forma mais saudável, amigável e que transforme positivamente a vida do ser humano, levando-o ao equilibrio.  Mas como? Através do Design Biofílico. 
O Design Biofílico é uma ferramenta que possibilita aproveitar todo potencial dessa afinidade do homem com a natureza para desenvolver espaços equilibrados, mais saudáveis de convívio, promovendo uma melhora na saude física e mental das pessoas que lá habitam. no melhor interesse do ecossistema.
 Estudos apontam que ao utilizarmos conceitos da biofilia em projetos, resultados como. Redução do nivel de estresse, aumento do bem estar, estimulo de criatividade, aumento de produtvidade em espaços corporativos, aumento do poder de concentração de estudantes e melhora no restabelecimento do paciente e redução no tempo de intenação em areas da saude, aparecem de forma surpreendente. 
Resumindo, nosso grande desafio é resgatar essa conexão “Homem – Natureza” . 
Convido vocês a assistirem o video que trás uma série de cases que ilustram essas possibilidades de encontro com a natureza pela aplicação de conceitos Biofílicos. 
Mais uma vez, espero ter ajudado a clarear suas ideias por ai. 

Fiquem na pax!
Prof. MT

Arquitetura ou Design, Similaridades & diferenças!

29.10.20

Você sabe o que é Arquitetura, Urbanismo e Design? Sempre percebo um grande debate profissional entre os arquitetos & os designers. Será que eles se conhecem? Será que sabem quais as verdadeiras diferenças na profissão? E o que os une?
Nesses 30 anos de estudos e desenvolvimentos nessas duas áreas, convivi e convivo atualmente com uma série de profissionais do universo da arquitetura e do design que as vezes não entendem o que cada um faz e o que essas duas grandes áreas podem oferecer para as pessoas.
Por um outro lado recebo uma serie de questionamentos por parte dos estudantes que tem interesse em ingressar nessas áreas mas desconhecem o grande potencial e modus operandi de cada uma delas.
Então pra tentar apasiguar um pouco essa tensão vamos trocar algumas idéias a respeito das similaridades e diferenças dessas duas profissões.
Dai vc pode me perguntar como voce consegue tratar desse assunto de forma neutra sem puxar a sardinha pra nenhum lado?
Pois é graças a Deus na minha carreira eu consegui tecer esse paralelo, iniciando com a formação básica na área de Arquitetura e Urbanismo e por lá encontrei o  Design onde algum tempo depois me especializei em desenvolvimento de produto.
A mais de 20 anos eu me inveredei para a área acadêmica ministrando cursos e workshops em  nas melhores escolas de arquitetura e design do pais.  E de forma prática pelo studio consegui desenvolver projetos de urbanismo, arquitetura e design.
Dessa forma Podemos dizer que atuei no  KM, fazendo uma interveção na cidade,  Metro desenhando uma serie de empreendimentos (residenciais e comerciais)  e o  Mm com design de transporte, mais precisamente no design de aeronaves.
Então vamolá, quais as similaridades dessa profissão?
Arquitetura: É a arte e técnica de organizar espaços e criar ambientes para abrigar os diversos tipos de atividades humanas, visando também e determina um intensão plástica.
Urbanismo: É um saber e técnica da organização e da racionalização das aglomerações humanas, que permitem criar condições adequadas de habitação as populações das cidades.
Design: é a extensão do braço humano, uma ciência que desenvolve produtos e serviços que tornam a vida do ser humano mais confortável.
Convido vocês a assistirem o video que tem super exemplos ilustrados a respeito das similaridades e diferenças entre essas profissões.
Em resumo, não é uma questão de certo e errado e sim do potencial das duas profissões para mudar o mundo.
Mais uma vez, espero ter ajudado a clarear suas ideias por ai. 
Fiquem na pax!
Prof. MT

Como Fazer uma Apresentação Pessoal!

22.10.20

Já teve dúvidas de como fazer uma apresentação pessoal?
Em minhas andanças pelo mundo Empresarial e Acadêmico me deparei com uma série de pessoas que travavam quando começavam falar de sí.  Trabalhei por 10 anos como Head Designer da Terceira maior empresa de aviação do mundo, e por lá tive a dura tarefa de montar um equipe de alto desepenho e pra vcs terem uma idéia, de mais de 200 Curriculums que chegaram até mim consegui selecionar 20 designers excepcionais através de uma série de dinamicas que serão tema de outros videos aqui do canal.
O mais interessante que mesmo os caras super preparados técnicamente tremiam na base quando iam falar de si!  Diariamente me deparo com um série de estudantes com grandes projetos mas com uma super insegurança e dificuldade ao se apresentar e expor suas idéias. 
De fato fazer uma apresentação pessoal realmente não é uma tarefa muito fácil. Conseguimos analisar muito bem nosso entorno mas esquecemos de registrar e até pereceber como participamos dessa ambientação. Cheguei a essa conclusão quando fui convidado a ministrar uma palestra a respeito de minha tragetória  e resolvi sair da minha zona de conforto correr das falas prontas e super imagens do portifólio e simplesmente fazer uma revisão de vida tentando relembrar das grandes experiências que já havia tido no passado e que explicava claramente minha ações do presente… 
Dessa forma consegui separar minha vida profissional em 03 grandes atos:
01. Minhas origens e influencias iniciando na arte.
02.Minha fase experimental na universidade e a busca por uma formação.
03. Por fim, minha fase profissional dentro da industria até a produção desse grande balaio de idéias que é o Studio.
Resumindo, criei uma apresentação uma espécie de “revisão de vida”, iniciando de onde eu vim, por onde eu andei e a partir dali,  eu fui extraindo tópicos para desenvolver minha narrativa a respeito de minha evolução profissional.

Esse exercício de registrar a história, vai te ajudar a construir sua marca pessoal e sua imagem. Que no meu caso nasce  o Marcelo Hardcore, que curte avião, mexe com arte, desenha e orienta as pessoas, vem tudo disso que esta Nessa apresentação. Sei que infelizmente não temos o habito de registrar nada, então eu te desafio a montar sua tragetória,  e criar esse storytelling descrevendo de forma ilustrada todos seus feitos  blz? Assista o video completo em nosso canal do Youtube e  compartilhe sua experiência conosco.  
Espero ter ajudado a clarear suas ideias por ai, 
Fiquem na pax!
Prof. MT

studio marcelo teixeira ©

×
Close Bitnami banner
Bitnami